Neste diálogo com o jornal Observador, Bruno Bobone, presidente de Câmara de Comércio e Industria Portuguesa, avalia a decisão da Comissão Europeia de adotar uma lista de produtos importados dos Estados Unidos que vão passar a ser taxados a 25% na alfândega.